Arbitro de vídeo, resolveria os problemas da arbitragem no futebol?

Com muitos erros na arbitragem, se procura formas de corrigir esses erros, no campeonato carioca, por exemplo,  além do trio de arbitragem, ainda tem os árbitros da linha de fundo que ficam atrás dos gols para ver algum erro. Mas isso resolveu alguma coisa?

A Fifa autorizou a CBF utilizar o arbitro de vídeo, mas você sabe como funciona? Não! Então nos Gamados fomos no site da CBF, pois lá tem um passo a passo de como irá funcionar.

PASSO 1

O árbitro principal (campo) faz a marcação que acredita ser a correta, mas informa ao árbitro de vídeo que deseja conferir as imagens de um determinado lance ou o árbitro de vídeo indica ao árbitro principal que a marcação deveria ser conferida.

PASSO 2

O árbitro de vídeo assiste ao replay e relata o que viu ao árbitro principal, que tem sempre a palavra final. Ainda haverá a definição quanto à captação das imagens. Podem ser as geradas pela TV detentora
dos direitos de transmissão da competição ou por uma estrutura da própria entidade organizadora.

PASSO 3

Árbitro de vídeo aceita a informação do árbitro de vídeo, que está em uma cabine do estádio, para revisar ou confirmar a marcação. Outra alternativa é o árbitro assistir às imagens ao lado do assistente do árbitro de vídeo (ou quatro árbitro), na lateral do campo, e tomar a sua decisão.

Para ver a notícia completa segue o Link: http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/arbitro-de-video-como-vai-ser#.WNq6TcwrI8o

Com mais essa opção, você acha que as polêmicas no futebol irão acabar? Com essa tecnologia inserida no futebol, acabará com as emoções das partidas? Mais uma coisa que também é importante destacar, os pequenos campeonatos, terão dinheiro para arcar? para manter essa tecnologia não será barato, a CBF irá arcar? Porque dinheiro não falta na CBF, mas para arcar com essa tecnologia nos estaduais, copa do brasil e brasileirão, são muitos jogos, isso demanda muito mais recursos, ou a CBF irá dar essa responsabilidade as Federações Estaduais, campeonatos como o paulista, carioca, gaúcho e mineiro, que são grandes campeonatos, pode até ser que consigam arcar! mas federações como a de Brasilia, que o futebol é quase amador, dará conta de arcar com essa tecnologia?

A ideia do arbitro de vídeo é boa, mas temos que saber quem vai assinar o cheque, para ter essa tecnologia em todos os jogos nacionais e estaduais, se é que teremos em todos os jogos!

Be the first to comment

Leave a Reply