Vasco da Gama: um zero a zero para renovar as esperanças do torcedor

Ontem tivemos mais um Clássico da Amizade, como é chamado o jogo entre o Vasco e Botafogo, visto que as torcidas das duas equipes não costumam provocar incidentes em clássicos, o que, infelizmente, não é regra nos jogos entre os times grandes do Rio de Janeiro. A torcida do Vasco aguardava o jogo com certa preocupação, pois os resultados recentes não foram os mais animadores.
A derrota para o Flamengo nas semifinais da Taça Guanabara, a precoce eliminação para o Vitória-BA na Copa do Brasil e a sequencia de jogos com desempenho abaixo da média no Carioca resultaram na demissão do técnico Cristóvão Borges, que teve sua contratação criticada pela torcida desde o começo. Quem assumiria o time, de forma interina, seria o auxiliar técnico Valdir Bigode, conhecido da torcida por ter sido um dos grandes centroavantes do time na década de 90. Para completar, alguns jogadores importantes do elenco vascaínos estão no departamento médico (Rodrigo, Kelvin, Guilherme, Wagner, além de Luan se recuperando de uma cirurgia no pé). Isso obrigou o time a jogar com a dupla de zaga reserva, formada por Jomar e Rafael Marques.
Apesar de todos os desfalques, o time do Vasco fez uma partida que deixou o torcedor um pouco mais esperançoso na melhora da equipe no Carioca e principalmente, que apresente um bom futebol no Campeonato Brasileiro. Com o time bem postado em campo, com uma postura de marcação mais compacta, o time conseguiu levar perigo à meta botafoguense, obrigando o goleiro Gatito Fernandez a fazer alguns milagres, como na tentativa de cabeceio de Evander, e no rebote, fez uma defesa improvável em chute do Nenê, além de evitar ainda um gol olímpico do meia vascaíno. Do outro lado, o botafogo deu pouco trabalho ao goleiro Martin Silva, que se destacou com duas grandes defesas em chute de longe do Montillo e também na tentativa de Bruno Silva, que desviou na defesa e obrigou o goleiro a fazer uma defesa difícil. O time do Vasco conseguiu manter a posse de bola durante boa parte do jogo, mas ainda apresenta dificuldades na transição da defesa para o ataque. Luis Fabiano, que é a grande contratação para a temporada, ainda está longe da forma física e técnica ideal, mas já começa a dar cara nova ao ataque do time. Foi um jogo tecnicamente mediano, mas com as duas equipes se destacando na busca da vitória.
O empate em 0 a 0 não foi um bom resultado para nenhum dos times, mas já pode ser um bom sinal de recomeço para o time de São Januário, que apresentou após a partida seu novo treinador, Milton Mendes, que já treinou o Atlético Paranaense e Santa Cruz. O próximo compromisso do Vasco será na quarta feira, em São Januário, contra o Madureira. E no final de semana, clássico contra o Flamengo, provavelmente a ser realizado no estádio Mané Garrincha, em Brasília/DF.


Anderson Sá – torcedor vascaíno

Be the first to comment

Leave a Reply