Vitorino Hilton do Gama para a França

Vitorino Hilton, saiu do Gama aos 18 anos, para se profissionalizar no verdão mais querido do Brasil, a querida Chapecoense. Hoje, o zagueiro de 40 anos atua no campeonato francês, defendo as cores do Montpellier, time da região sul da França. Nascido e criado no Gama na Q. 11 do Setor Oeste, Hilton se tornou o xerifão e capitão do clube. Hilton, como é chamado comumente na mídia, não chegou a jogar pelo time do Gama, passou pela Chape e foi campeão do módulo amarelo (equivalente a segunda divisão) da Copa João Havelange, com o Paraná Clube, após ótima campanha e belas atuações.

Chamou a atenção o seu estilo de jogo e diante disso, seguiu para a Europa, seu primeiro clube foi o Servette (2002-2004) que apesar de não ser um nome conhecido por nós, é o terceiro maior campeão suíço, porém, amarga uma seca de 16 anos sem títulos, após passagem de destaque pela Suíça, se transferiu ao Bastia (2004) time da região autônoma de Córsega, onde atuou por 1 temporada. Depois disso se transferiu o também francês Lens (2004-2008), onde foi campeão da segunda divisão do Campeonato Francês, devido as boas e seguras atuações. chamou a atenção do Olympique de Marselha, o segundo maior campeão nacional com 9 títulos e segundo maior campeão da copa da França com 10 títulos, lá  atuou por 3 temporadas, onde foi campeão francês em 2010 e vice em 2009 e 2011, além de ser campeão da Copa da Liga Francesa (2009/10 e 2010/11) e da Supercopa da França (2010 e 2011), porém, por motivos pessoais saiu do Olympique e resolveu se transferir para o Montpeliier, onde ajudou o time a conquistar a Ligue 1, o campeonato francês, logo em sua primeira temporada pelo clube.

Atualmente, Hilton é referência na equipe, e apesar da idade, renovou seu contrato por mais um ano com o time de Montpellier, apesar de não ter enfrentado a estrela Neymar Jr, em 2017, enfrentou o poderoso PSG, arrancando um empate em 0x0, e ainda brincou com a polêmica Neymar – Cavani sobre as cobranças de falta e pênalti, disse que se tivesse um pênalti e Cavani pegasse a bola, ele tomaria a bola e a entregaria para Neymar, porém, o astro não entrou em campo na rodada. 

Vitorino Hilton, não faz muitos planos para seu futuro, porém, renovou o contrato para mais uma temporada na Ligue 1, e tem o projeto de encerrar a carreira onde foi revelado, na Chapecoene.

Be the first to comment

Leave a Reply